ENTRE EM CONTATO

Possui alguma dúvida ou precisa de suporte para utilização de algum dos recursos educacionais do Programa Educação com Energia? Entre em contato:

DÚVIDAS FREQUENTES

 

O projeto é voltado para os seguintes públicos da comunidade escolar:

COORDENADORES PEDAGÓGICOS

• Coordenadores Pedagógicos escolares
• Professores Coordenadores – PCs
• Professor Coordenador do Núcleo Pedagógico – PCNPs

PROFESSORES

• O foco principal são professores de Ciências e Geografia do Ensino Fundamental Anos Finais. Estes professores poderão participar de todas as ações do Educação com Energia e se candidatar ao Prêmio (necessário cumprir todas as etapas). Recebem certificado após conclusão.
• Aberto a todos os professores de outras disciplinas e séries do Fundamental Anos Finais. Estes professores poderão participar apenas do Curso EAD de Eficiência Energética, recebendo certificado em sua conclusão.

ESTUDANTES

• Estudantes de 13 a 15 anos, que estejam cursando o Ensino Fundamental Anos Finais. Estes alunos poderão participar de todas as ações do Educação com Energia e se candidatar ao Prêmio (necessário cumprir todas as etapas).
• Os estudantes precisam estar matriculados em escolas localizadas nas áreas atendidas pelas distribuidoras COELBA e ELEKTRO.

O Projeto Educação com Energia tem como objetivo conscientizar alunos, professores, coordenadores pedagógicos e a comunidade escolar sobre a importância do uso eficiente da energia elétrica, preservação do meio ambiente, sustentabilidade e da importância da utilização de fontes limpas e renováveis de energia.

Objetivos específicos:

• Sensibilizar Secretarias de Educação e Coordenadores Pedagógicos para a importância do ensino de eficiência energética nas escolas;
• Formar professores para que assimilem o conteúdo de eficiência energética e currículo escolar, conforme diretrizes da BNCC para o 8° ano do ensino fundamental;
• Fomentar a adoção de hábitos de consumo responsável e promoção da aprendizagem sobre o conteúdo de eficiência energética para os Alunos;
• Mobilizar os Alunos para a criação de soluções que promovam o uso mais eficiente e o combate ao desperdício da energia elétrica, com o desafio de resolver problemas locais (na casa, no bairro, na escola, na cidade) ou gerais, envolvendo as famílias e a comunidade onde estão inseridos.

Os participantes devem:
• Ser ligados às Secretarias de Educação Estadual da Bahia e de São Paulo ou das Secretarias Municipais de Educação da Bahia ou ainda de escolas particulares, sendo imprescindível que as instituições de ensino sejam localizadas na área de concessão das distribuidoras de energia elétrica Coelba e Elektro.

Como apresentado no regulamento, os critérios de seleção serão:

1. Conclusão do Curso de Eficiência Energética – realização do curso EAD de
Eficiência Energética com carga horária de 30 horas. O curso está disponível em
www.educacaocomenergia.com.br

2. Aplicabilidade do projeto – a pontuação irá variar de acordo com a realização e/ou o
grau de aplicabilidade do projeto.

3. Envolvimento dos alunos – os projetos deverão contar com ações com foco na
atuação dos alunos.

4. Estratégia de Ensino – a pontuação irá variar de acordo com o grau de inovação das
estratégias de ensino utilizadas para envolvimento dos alunos.

5. Relação com situações do cotidiano escolar – é recomendado que os projetos
tenham relação com situações reais e proponham soluções de eficiência energética para
escola e/ou comunidade.

6. Amplitude – a pontuação irá variar de acordo com a amplitude do projeto: se propõe
soluções de eficiência energética para a escola, contudo, consegue envolver e/ou atingir
as famílias dos alunos, escolas vizinhas, bairro ou municípios em que vivem.

7. Criatividade – a pontuação irá variar considerando o grau de inovação das soluções
propostas no projeto.

8. Monitoramento – a pontuação irá variar considerando os indicadores e instrumentos
de avaliação, além da clareza dos resultados esperados de acordo com os objetivos do
projeto.

9. Viabilidade de implantação – o projeto apresentado deve considerar as limitações
existentes de forma que a solução tenha praticidade, razoabilidade e economicidade.